Como Se Tornar Um Conquistador

Título Original: How To Be a Latin LoverDireção: Ken MarinoDistribuidora: PARIS FILMESElenco: Salma Hayek, Eugenio Derbez, Kristen Bell, Rob Lowe, Raquel Welch, Michael Cera e Rob Riggle Não sei exatamente por qual motivo, mas este ano eu vi poucos filmes de comédia. E é com muito orgulho que digo que “Como Se Tornar Um Conquistador” … Continue lendo… →

Love Film Festival

Love Film FestivalBrasil, Colômbia, 2014. 100 min.Direção: Manuela Dias, Vinícius Coimbra, Bruno Safadi e Juancho cardonaCom: Leandra Leal, Manolo Cardona, Nanda Costa, Eduardo Moscovis Este ambicioso projeto filmado em quatro países (Portugal, Brasil, Colômbia e Eua) durante seis anos (entre 2009 e 2014), falado em três idiomas e dirigido por 4 diretores, nada mais é do … Continue lendo… →

De Canção em Canção

É como assistir pensamentos em conjunto com uma ótima dose de expressão corporal. Um amigo, ao sair da sessão, disse que o gostar ou não dessa obra, era uma questão de identificação com os personagens, eu me identifiquei muito, logo, amei. Acredito que vale MUITO a pena assistir, porém, assim como seu predecessor, Árvore da Vida (2011), … Continue lendo… →

Detetives do Prédio Azul (D.P.A)

Para quem não conhece ou não conhecia (assim como eu), Detetives do Prédio Azul ou D.P.A, é uma série de TV brasileira exibida pelo canal Gloob. Está no ar desde 2012, e só agora filmaram o seu próprio longa-metragem com direção de André Pellenz (Minha Mãe é Uma Peça – O Filme) e com muitos … Continue lendo… →

Transformers 5: O Último Cavaleiro

Já estamos no quinto filme da franquia dos robôs mais legais que existem. Franquia que começou em 2007 (Transformers) e teve suas continuações em 2009 (Transformers: A Vingança dos Derrotados), 2011 (Transformers: O Outro Lado da Vida), até aqui com Shia Lebouf como protagonista. A partir de 2014 (Transformers: A Era da Extinção) com Mark … Continue lendo… →

Uma Família de Dois

Toda vez que  damos de cara com um remake, julgamos se ele realmente é necessário. Geralmente eu realmente não acho necessário, mas tem histórias boas e poderosas que acho que valem à pena serem recontadas. “Uma Família de Dois” é o remake do mexicano “Não Aceitamos Devoluções” de 2013, que fez enorme sucesso de bilheteria, … Continue lendo… →

Homem-Aranha: De Volta ao Lar

Nunca fui fã do Homem-Aranha, e por esse fato, podemos culpar o diretor Sam Raimi, fui apresentada ao herói, nos filmes estrelados por Tobey Maguire. Ainda vi o primeiro e o segundo até que desisti, só pra ver Willem Dafoe (de quem gosto muito), não valia a pena o sacrifício, sem falar que estava cansada … Continue lendo… →

O Decadentismo nos épicos de Visconti

Luchino Visconti di Modrone nasceu em berço esplêndido, no dia 2 de novembro de 1906. Seu pai ostentava os títulos de duque de Grazzano Visconti e de conde de Lonate Pozzolo, respectivamente, um castelo e uma pequena cidade localizados no norte da Itália. Teve uma infância luxuosa, vivida em meio aos cavalos do haras familiar, … Continue lendo… →

Ao Cair da Noite

Não é de hoje que se comenta que o futuro do terror está no cinema independente, seja ele o norte-americano ou o de outros lugares do mundo. Em meio a esta corrente de obras de orçamento relativamente baixo, uma empresa tem se destacado: a produtora A24. Com sede em Nova Iorque e Los Angeles, esta … Continue lendo… →

A Garota Ocidental – Entre o Coração e a Tradição

A Garota Ocidental – Entre o Coração e a Tradição (Noces)Bélgica, Paquistão, Luxemburgo, França. 2016. 98 min.Direção: Stephan StrekerCom: Lina El Arabi, Sébastien Houbani, Babak Karimi, Nina Kulkarni O conflito de tradições é um tema recorrente na filmografia européia. O drama austríaco “A Segunda esposa” de 2012 e o francês “Cinco Graças” de 2015 (indicado ao … Continue lendo… →

My Fair Lady (1964)

Audrey Hepburn é minha atriz favorita! Eu sei, você já ouviu um milhão de pessoas dizerem isso, ou já disse você mesmo. Essa frase é proferida, por alguns, muitas vezes incentivados por “modinhas” e assim, muita gente que só viu um filme da atriz, se diz fã numero um. Outros, como é o meu caso, … Continue lendo… →

Tudo e Todas as Coisas

Baseado no best-seller de Nicola Yoon, “Tudo e Todas as Coisas” é um drama juvenil que nos faz refletir em como nossa vida é frágil e que certamente temos que aproveitar ela ao máximo que pudermos, pois nunca sabemos o dia de amanhã. E nos faz pensar também em como traumas de família podem afetar … Continue lendo… →

Paris Pode Esperar

Paris Pode Esperar (Bonjour Anne)Direção: Eleanor CoppolaEua, 2016. 92 min.Com: Diane Lane, Arnaud Viard, Alec BaldwinA veterana Eleanor Coppola (mulher do diretor Francis Ford e mãe de Sofia) prova que talento nada tem a ver com idade. Aos 81 anos, esta senhora dirige seu primeiro longa de ficção (seus outros trabalhos foram três curtas e … Continue lendo… →

A Múmia (2017)

Eu entendo que muitas pessoas adoram detonar filmes bons, eu já sou ao contrário, tento sempre encontrar pontos positivos nas obras e fazer o “good cop”, mostrando ao espectador que existe um outro lado da história. Infelizmente, não tenho como fazer isso com o novo filme “A Múmia (2017)”. Não sou uma pessoa que só … Continue lendo… →

Neve Negra

 Confesso ser muito fã do cinema argentino, todos os filmes que vi até hoje eram no mínimo bons. E coincidentemente, ou não, a maioria tinha o ator Ricardo Darín (Nove Rainhas) no elenco. Só por saber disso, já me passou uma credibilidade maior, pois acho esse ator simplesmente sensacional. Com a direção e roteiro de … Continue lendo… →

Trabalhar Cansa (2011)

Tive a chance de rever, no último domingo, com um grupo de amigos e conhecidos, o filme brasileiro Trabalhar Cansa, dirigido pela dupla de cineastas paulistanos Marco Dutra e Julian Rojas. Lançado em 2011, sinceramente, não sei dizer, agora, em quantos cinemas ou quanto tempo ele ficou em cartaz. Para falar a verdade, só ouvir … Continue lendo… →

Inseparáveis

Este filme, que tem a direção de Marcos Carnevale (Viúvas), nada mais é do que a versão argentina do longa-metragem francês “Intouchables ”(Intocáveis). Uma história baseada na vida de Philippe Pozzo Di Borgo, que ficou tetraplégico, em 1993, e que escreveu um livro chamado “Le Second Souffle” (O Segundo Suspiro), lançado em 2001, e lançado … Continue lendo… →