O Gabinete de Curiosidades de Guillermo del Toro

O Gabinete de Curiosidades de Guillermo del Toro Rod Serling foi o primeiro roteirista a ter seu rosto famoso. Façanha ainda maior, uma vez que aconteceu em uma era pré-internet. O criador de “Além da Imaginação” é o ídolo de vários roteiristas até hoje, como é o caso de Jordan Peele (Corra!) que fez até … Continue lendo… →

The Munsters (2022)

Em 1964 chegava à tv a série “Os Monstros”, uma comédia com o cotidiano de uma família bem diferente composta por Herman (Frankstein), Lily (Vampira), Vovô (Conde Drácula) e Eddie (Lobisomem). A família gótica passava por várias desventuras cômicas, o que gerou muitas comparações com sua contemporânea, “A Família Addams”. O filme “The Musters” chega … Continue lendo… →

Slumberland: O Reino dos Sonhos

Foi dada a largada dos filmes de aventura para toda a família que acontecem no fim de ano perto do natal e das férias escolares. “Slumberland” chega direto no serviço de streaming da Netflix prometendo agradar principalmente as crianças, mas com vários momentos que arrancam gargalhadas de todas as idades. O típico feel good movie … Continue lendo… →

Festival do Rio: Exu e o Universo

Um documentário muitas vezes tem a função de resgate de uma cultura ou história que se perdeu com o tempo. Aqui, o diretor e roteirista Thiago Zanato (Madrigal Para um Poeta Vivo) tem a importante função de desmistificar a principal entidade de uma religião que está sempre sofrendo preconceitos e ataques de intolerância religiosa. O … Continue lendo… →

Festival do Rio: Piggy

“Piggy” é um filme franco-espanhol de terror dramático escrito e dirigido por Carlota Pereda (There Will Be Monsters). O enredo foca em vários tipos de crime como sequestro, assassinato e tortura física. Mas também, em bullying, gordofobia e abuso psicológico. Apesar do mais importante do longa ser abordar o preconceito, ele diverte quem busca entretenimento, deixando … Continue lendo… →

Festival do Rio: Decisão de Partir

“Decisão de Partir” é um noir coreano. Com direito a mistério, protagonista detetive, músicas de suspense danto tom a trama e até mesmo, uma femme fatale. Não é atoa que chamou atenção em sua estreia no Festival de Cannes 2022, arrecadando o prêmio de melhor direção para Park Chan-wook (a Criada). Na trama, Hae-jun (Park Hae-il) é … Continue lendo… →

Festival do Rio: Lynch/Oz

“Lynch/Oz” foi idealizador por Alexandre O. Philippe, diretor de outros documentários como “Leap of Faith: William Friedkin on The Exorcist” e “The People vs. George Lucas”. Seu estilo é utilizar elementos característicos do estilo de filmagem e estética de seus homenageados nos documentários. Esta produção não tem a intenção de contar a história da vida … Continue lendo… →

Festival do Rio: Halloween Ends

A franquia “Halloween”, é uma das mais fragmentadas da história do cinema. O tempo todo resetando seus predecessores, com exceção do original, escrito e dirigido por John Carpenter em 1978. Esta última trilogia, se iniciou em 2018, mais uma vez, ignorando os 10 filmes anteriores, como se fosse continuação direta do primeiro, só que 40 … Continue lendo… →

Festival do Rio: Daliland

“Daliland” é um filme leve e contemplativo, com tom bem-humorado. Fazendo lembrar “Sete Dias com Marilyn” (2012) de Simon Curtis. Dirigido por Mary Harron (Psicopata Americano), a trama gira em torno do tempo em que um jovem trabalhou como assistente do renomado pintor Salvador Dali. Conhecendo seu mundo particular com suas excentricidades, vida intima com … Continue lendo… →

Festival do Rio: O Contador de Cartas

Mais novo trabalho do afamado diretor e roteirista Paul Schrader (Gigolô Americano), este é um filme mais introspectivo e contemplativo. Apesar de conter a premissa jogo de cartas, em nada faz lembrar longas de ação como “Onze Homens e um Segredo” ou “Maus Momentos no Hotel Royale”.  Em determinados momentos podemos lembrar de “A Mesa … Continue lendo… →

Festival do Rio: Sra. Harris Vai a Paris

A atriz Lesley Manville volta a alta costura 5 anos depois de ter participado do indicado ao Oscar “Trama Fantasma” de Paul Thomas Anderson. “Sra. Harris vai a Paris” é leve, despretensioso e diverte. Fazendo lembrar “Cinderela em Paris” protagonizado por Audrey Hepburne, nos moldes de conto de fadas, com direto a bela espiada pelas … Continue lendo… →

Morte, Morte, Morte

Este não é um filme para quem quer apenas desvendar quem é o assassino, pois aqui, isso é o que menos importa. A diretora Halina Reijn (Instinto) utiliza a premissa de crimes em uma casa isoladas, e lança mão de todos os clichês do gênero como carro e luz que não funcionam para abordar temas … Continue lendo… →

Abracadabra 2

Nos anos 90 houve um boom de filmes de bruxa, foi o caso de “Convenção das Bruxas” (1990), “Jovens Bruxas” (1996) e “Abracadabra” (1993). Todos os três, ganharam remakes ou continuações nos últimos dois anos. Chega direto a plataforma de streaming Disney+, “Abracadabra 2”. Uma continuação e também prequel para deleite de quem cresceu nos … Continue lendo… →

Blonde

Uma biografia sempre mostra determinado escopo, uma vez que é impossível retratar 100 % de uma pessoa.  Cada pessoa ao ler uma história ou ver um quadro tem uma visão diferente uma vez que nossas vivências e conhecimentos pessoais alteram nossa percepção.  “Blonde” é baseado no livro homônimo de Joyce Carol Oates. Para assistir ao … Continue lendo… →

Gigolô Americano: A Série

Muito se fala sobre a objetificação do corpo feminino. Nos anos 80 houve um pequeno movimento contrário no cinema, foi o caso de produções como “Top Gun – Ases Indomáveis” e “Gigolô Americano”, que focavam na figura masculina em detrimento da feminina, algo bastante raro. Eis que mais de 30 anos depois, chegou aos cinemas … Continue lendo… →

A Mulher Rei

Em “A Mulher Rei” a diretora Gina Prince-Bythewood (The Old Guard) parece ter mirado em uma representação feminina de “Pantera Negra” e acabou por acertar em “Mulher-Maravilha”.  A cada dia que passa, se tem mais noção do quanto é importante e necessário que todos se sintam representados no cinema. Além dos filmes de Super-heróis e … Continue lendo… →

Coletiva de imprensa do filme A Mulher Rei

Nesta segunda-feira, a vencedora do Oscar, Viola Davis, esteve em coletiva de imprensa no Brasil, ao lado do marido e coprodutor, Julius Tennon, para divulgar seu mais novo trabalho, o filme “A Mulher-Rei”. A entrevista aconteceu no hotel Copacabana Palace. Esbanjando simpatia, sorrisos e até comentários bem-humorados, a dupla falou sobre a importância do filme, racismo, … Continue lendo… →

As Faces do Medo

Quando o próprio roteirista dirige o filme, ele contém totalmente sua visão. Apesar de ser o filme de um homem, “As Faces do Medo” (Men) é sobre o mundo através dos olhos  de uma mulher. Ao longo da história de uma vida, mulheres são extremamente incomodadas por homens nos mais variados assuntos. Por isso, Alex … Continue lendo… →

Samaritano

Muito anos antes dos super-heróis dominarem os blockbuster, os brucutus, dominavam as telas como soberanos. Nos anos 80, período pós-guerra do Vietnã, foi a época do escapismo, onde se queria puro divertimento, adrenalina e uma boa dose de nacionalismo americano. Foi nesse momento, que filmes estrelados por Arnold Schwarzenegger, Jean-Claude Van Damme  e Sylvester Stallone. … Continue lendo… →

Não! Não Olhe!

O mestre do suspense, Alfred Hitchcock (Psicose), defendia a teoria de que cinema é imagem, se você tirar o som continua fazendo sentido. Em “Não! Não Olha”, o roteirista e diretor Jordan Peele (do premiado “Corra!”) prova essa teoria. O filme contém alguns diálogos, mas só com a forma de filmar e as expressões dos … Continue lendo… →