Me Chame Pelo Seu Nome

Com 4 indicações ao Oscar como melhor filme, melhor ator (Timothée Chalamet), roteiro adaptado e canção original, e com uma coprodução de França, Itália, Estados Unidos, Brasil, e também, baseado no livro homônimo escrito por André Aciman, temos aqui um lindo filme sobre como o amor pode ser belo sem distinções. Com a produção do … Continue lendo… →

A Forma da Água

Sempre fui um grande fã de Guillermo del Toro, diretor de filmes como “Hellboy” (onde este filme tem uma certa inspiração), “Círculo de Fogo” (um dos meus filmes favoritos dos últimos anos), Labirinto do Fauno (o seu melhor trabalho,na minha opinião). Sempre amei seu estilo e sua forma de contar histórias com delicadeza e com … Continue lendo… →

Artista do Desastre

Assim que vi o trailer deste filme, não pude conter minha gargalhada. Achei simplesmente sensacional e fui procurar saber exatamente do que se tratava. Descobri que ele conta a história do excêntrico Tommy Wiseau, o cineasta por trás do melhor pior filme da história: The Room (2003). Logicamente fui ver antes para saber do que … Continue lendo… →

Correndo atrás de um pai

As vezes só queremos fugir de nossos problemas corriqueiros por algumas poucas horas para poder relaxar e parar de pensar em coisas que estão te dando dor cabeça. Em alguns momentos é preciso uma pequena dose de futilidade para nos distrair de coisas sérias. Nada melhor para isso do que filmes de comédia com uma … Continue lendo… →

O Destino de Uma Nação

Chegou a grande época de premiações em Hollywood. Entre janeiro e fevereiro costuma sair nos cinemas brasileiros a maioria dos filmes concorrendo aos prêmios mais importantes do cinema. Para mim, é uma honra começar a ver tais filmes com a brilhante atuação de Gary Oldman (O Espião Que Sabia Demais) como o Primeiro-Ministro da Inglaterra … Continue lendo… →

Jumanji: Bem-Vindo a selva

Quem nunca teve um jogo de videogame e se imaginou dentro dele por algum momento? Bem, eu já, e não foi só uma vez, eu diria que várias vezes. Sempre me imaginei em altas aventuras e perigos como se fosse o personagem principal de cada jogo, e como eu conseguiria salvar o mundo (ou a … Continue lendo… →

The Square: A Arte da Discórdia

“The Square: A Arte da discórdia” foi o filme sueco escolhido para concorrer ao Oscar 2018 e já tem na bagagem o European Film Award, que foi escolhido como filme do ano; também foi o vencedor da Palma de Ouro no Festival de Cannes de 2017, e também já indicado ao Globo de Ouro como … Continue lendo… →

Star Wars: Os Últimos Jedi

Não existe franquia, na minha opinião, mais esperada que Star Wars. Acredito que eles não lancem apenas filmes, para mim, eles criam um evento que consegue mobilizar um enorme número de pessoas. Criam uma grande comoção em todos que já tiveram um mínimo de contato com essa experiência (rezemos para pessoas que nunca viram um … Continue lendo… →

A Trama

Recentemente fiz uma resenha enaltecendo os filmes franceses, justamente por serem simples, emocionantes e cotidianos, e como eles têm me conquistado com a sua pureza. Com “A Trama” vemos algo completamente diferente. Aqui temos algo mais real, e diria até mas visceral, mostrando como a vida de jovens pode ser afetadas por ataques terroristas. Vemos … Continue lendo… →

Liga da Justiça

Não sei se consigo mensurar o tamanho da expectativa que eu estava tendo com este filme, foram alguns anos acompanhando toda a saga de bastidores até chegar aqui no dia de hoje. Desde que a Marvel lançou em 2012 os Vingadores, eu já estava nessa esperança por um filme da Liga da Justiça (talvez até … Continue lendo… →

Um Perfil Para Dois

Aos poucos estou virando fã de filmes franceses, não que eu não já gostasse, mas nunca tinha visto com certa quantidade como esse ano. E posso dizer que tive muitas surpresas boas, inclusive com esse “Um Perfil Para Dois” (Un Profil Pour Deux, no original), novo filme de Stéphane Robelin (E Se Vivêssemos Todos Juntos?), … Continue lendo… →

Gosto se Discute

Já comentei em outra resenha que tenho dificuldades de ver filmes nacionais de comédia, sempre vou com preconceito e esperando a pior coisa do mundo. E como bom cinéfilo que sou, amo quebrar a cara quando minhas expectativas estão baixas e me surpreendo com um filme totalmente despretensioso e divertido. Com direção de André Pellenz … Continue lendo… →

Em Busca de Vingança

Quando nós vemos em um cartaz de filme o nome Arnold Schwarzenegger, automaticamente nós somos remetidos a imagens de um filme de ação com muitas explosões, muitos tiroteio e frases de efeito que ecoam até bem depois que acaba a sessão. Não é o caso deste, “Em Busca de Vingança” (Aftermath no original), onde vemos … Continue lendo… →